Novidades

Recomeço

Olá meus pudinzinhos e pudinzinhas, tudo bem com vocês??? Comigo está tudo bem, estou recomeçando, mas tô bem, e hoje vim aqui pra falar pra vocês o motivo de eu ter sumido e pra anunciar que estou voltando com muitas novidades, novos planos e projetos, porque como vocês já viram na capa desse post, é tempo de recomeçar!!! Então se você quer saber o que aconteceu nesse tempo que fiquei sumida, não saia daí, continue lendo esse post até o final, pois fiz com muito carinho e está inspirador. Pelo menos eu acho haha. E espero de coração inspirar mesmo vocês e incentivar de alguma forma a quem precisa recomeçar, assim como estou recomeçando. Então, partiu ler esse texto até o fim?

Bom pra começar, vou mostrar pra vocês o significado da palavra Recomeçar, segundo o dicionário. vejam a seguir.

recomeçar

Resultado de dicionário para recomeçar
verbo
  1. 1.
    transitivo direto
    começar de novo; retomar, após interrupção.
    “r. um trabalho”
  2. 2.
    intransitivo
    começar a ser, a produzir-se novamente.
    “após uma estiagem, o temporal recomeçou”

Agora que vocês já sabem o significado, que por sinal é bem simples e óbvio, vamos ao que interessa!

Nossa vida é como um jogo de vídeo game. Iniciamos o jogo, nele temos que encarar desafios, barreiras, batalhas, conquistar prêmios, passar de fases, mas nem sempre ganhamos, às vezes perdemos, e quando isso acontece, a gente começa a jogar outra vez. Mas no vídeo game nem sempre temos vontade de recomeçar, pois acabamos perdendo o interesse e a vontade de tentar de novo, mas na vida real, não podemos desistir, temos que recomeçar, encarar os desafios, sacudir a poeira e ir em busca dos nossos prêmios (Sonhos). Por mais que pareça difícil, temos que tentar, mesmo após uma queda, uma derrota, não podemos deixar que nada nos impeça de ir em frente. Lógico que se for preciso parar um pouco pra tentar entender o que está acontecendo e saber como agir, eu mais do que nunca apoio quem deseja dar uma pausa, organizar a mente e  coração, pra depois então recomeçar com a mente limpa, coração restaurado e de cabeça erguida.

Eu sei que eu sempre dou uma pausa aqui no blog e no canal, mas nunca desistirei desse sonho, nunca vou dar Game Over nesse jogo e por isso é muito importante sempre que tento recomeçar, porque é nessa hora que as idéias fluem, a vontade de vencer fica mais intensa e o bloqueio criativo some de uma vez por todas. Se você não sabe o que é bloqueio criativo, vou resumir bem rapidinho pra vocês entenderem o que estou falando.

Uma pessoa criativa, que gosta de escrever, de se expressar através da comunicação ou das artes, sempre que algo ruim acontece, o bloqueio vem, e ela não consegue fazer nada, não consegue escrever, desenvolver idéias e projetos, não consegue solucionar problemas, no meu caso, não consigo escrever pro blog, não consigo gravar vídeos… e isso é muito ruim, porque a gente quer fazer, mas não consegue porque nada flui e eu desde dezembro estou vivendo uma fase nada legal, sei que existem pessoas com problemas maiores dos que os meus, mas o que estou enfrentando não está sendo fácil, mas estou matando um leão por dia e como sou muito agitada, tento não ficar triste e sigo em frente.

Pra começar, estou enfrentando uma separação, meu ex marido pediu o divórcio no dia 14 de dezembro de 2018 do nada e junto com a separação veio os problemas financeiros, porque agora tenho que administrar todas as contas sozinhas, tive que me adaptar ao fato de ter que morar sozinha apenas com minha cachorra, ela também sentiu muito a falta dele, e nós duas mudamos de casa, o local é pequeno, mas é o que posso pagar no momento, e ela também está sofrendo um pouco com a falta de espaço, mas eu decidi não abandoná-la e estamos passando por tudo juntas. Porque minha Luna é minha lua cheia de luz, meu arco íris após a tempestade, ela chegou pra mim quando mais precisei e sempre esteve comigo em todos os meus momentos, então pra onde eu for, ela irá comigo. Não está sendo nada fácil, mas eu não posso desistir, e devido a tudo isso que aconteceu, eu me afastei do canal e daqui do blog pra viver o luto e para aprender a conviver com minha nova vida, com essa novas fase, enfrentando cada problema que surge no caminho sem jamais desistir.

52016070_2166234893468674_7789271392884621312_n

Mas enfim, o bloqueio criativo está chegando ao fim finalmente, estou voltando com tudo, primeiro com esse post, em breve com vídeos novos no canal, tem muita novidade vindo aí, uma nova parceira, estamos com várias idéias bem loucas, muita coisa boa pra alegrar o dia de vocês. Então não desistam de mim, continuem de olho aqui no blog, lá no canal e nas minhas redes sociais, porque vou sempre dar spoilers das novidades.

Me contem aí nos comentários… quem precisa recomeçar???

E não se esqueçam, as palavras de ordem para 2019 são:

Recomece e não desista!

Feliz 2019!!!

Bom gente, é isso! Espero que vocês tenham gostado.

Finalizo aqui, o post de hoje!

Comentem, curtam, compartilhem, qualquer dúvida ou pergunta podem fazer nos comentários, responderei a todos com muito prazer, digam o que acharam desse post, deixem suas opiniões, sugestões de posts e vídeos, participem!!! Sua participação é muito importante pra mim e pro desenvolvimento do meu blog.

Sigam-me os bons nas redes sociais!

facebookinstagramytubetwitter

Um beijo, um cheiro em todos vocês e até o próximo post!

impressao_do_batom_do_rosa_quente_do_brilho_dos_adesivo-r51747b8a31ed413a990b2ed24da86de0_v9wth_8byvr_324

 

Meu Diário

Mãe de anjos

16810501_1271554442936728_433874539_o
Fotografia Autoral

Hoje estou aqui para contar uma história um pouco triste da minha vida.

Meu Diário é um tópico novo aqui no blog, criei com intuito de falar sobre minha vida, minhas experiências, coisas que me acontecem no dia a dia, relatos, conselhos, dúvidas… enfim, vamos à história de hoje!

A maioria de todas as mulheres desse universo sonham em ser mães, pois fomos condicionadas desde bem cedo a termos esse desejo. Os padrões familiares, sociais e religiosos reforçam mais ainda essa vontade em nossos corações. Meninos quando crianças, ganham bolas, pipas, carros, bonecos masculinos, talvez por isso eles não tem tanto desejo assim de ter um filho como nós mulheres, porque nós ao contrário deles, na infância, ganhamos de nossos pais, bebês de brinquedos, bonecas, panelas de brinquedo e vários itens referentes a vida de dona de casa, mas em forma de brinquedos, aprendemos isso na escola e como vivemos mais ao lado de nossa mãe do que do nosso pai, a gente acaba vendo tudo que ela faz, como ela age em relação a casa e a família, e acabamos imitando e querendo ser como ela quando crescemos. E essa pessoinha aqui é uma mulher que deseja muito ser mãe, já sou dona de casa e trabalho fora também, mas tenho muita vontade de ter um bebê pra chamar de meu filho ou filha, pra mimar, dar carinho e amor, mesmo sabendo que ainda não me sinto 100% preparada, até porque nenhuma mulher nesse mundo nunca vai estar preparada! Como nunca estamos preparados pra quase nada nessa vida! E por eu querer muito ser mãe, já tentei engravidar duas vezes, mas a vida não foi muito legal comigo! Minha primeira gestação foi em 2009, lembro como se fosse hoje, afinal, nunca vou esquecer! Foi a sensação mais linda, saber que eu estava gerando uma vida, saber que eu tinha dois corações batendo dentro de mim, a cada consulta, a cada batimento, a cada mexidinha, eram rios de lágrimas que escorriam pelos meus olhos, pois gerar uma vida é um dom de Deus que só nós mulheres temos! Pára pra imaginar, se não fosse uma mulher decidida a ser mãe, talvez você não estaria aqui lendo esse texto agora. Acho a coisa mais incrível e linda desse mundo! mas continuando… eu carreguei meu bebê em meu ventre por 7 meses, aí no mês de outubro fui tentar descobri o sexo do meu baby, porque ele era difícil e não queria me dizer se era menino ou menina, e eu super ansiosa fui lá e pra minha infelicidade descobri que ele estava morto, sim! Era ele! Um menino que eu tinha perdido, Deus o levou, e a tristeza tomou conta de mim, um vazio me cercou, o meu mundo caiu, e fui fazer todos os procedimentos, mas não querendo acreditar e aceitar, tive parto normal, meu bebê saiu de mim morto, eu não quis vê-lo pois senão a dor seria maior, e o tempo passou, eu superei a dor, aprendi a aceitar e cá estava eu, viva e pronta para mais uma tentativa. Segunda gestação, janeiro de 2017, menstruação atrasada, logo desconfiei, estou grávida! Mas antes de qualquer especulação sem fundamento, fui fazer um teste de farmácia, deu positivo! Só confirmando o que eu já desconfiava, fiz outro teste, só que um digital, pra saber as semanas, e apareceu a palavra Grávida 2-3 semanas, a emoção tomou conta de mim, corri pra fazer exame de sangue Beta HCG, positivo! Fiquei tão radiante e corri pra fazer uma surpresa pro meu esposo, pra contar a novidade, preparei um bolo, comprei roupinha e alguns itens pro baby e coloquei em uma caixinha de presente, fiz camisetas de papai e mamãe do ano, meu esposo ficou todo bobo e feliz, aí foi a hora de começar a espalhar a notícia, contei pro meu chefe, contei pra alguns amigos e meus pais. Aí na Quarta Feira dia 15/02/2017 algo de errado começou a acontecer, um sangramento, leve, mas mesmo assim fui para o hospital e mais uma vez meu sonho estava indo embora, foi morar com o irmãozinho dele lá nos Braços do Papai do céu, meu mundo caiu novamente, fiquei sem chão e mais uma vez aquele vazio que eu jamais achei que ia sentir novamente, me cercou, me estrangulou bem devagarzinho, perdi meu chão, corri aos prantos para os braços do meu esposo, ele me ajudou, me deu toda força dele, porque a minha tinha se esvaído, quem me segue nas redes sociais, viu o quanto desabafei por lá, porque não sou o tipo de pessoa que guarda esse tipo de acontecimento sabe, e foi desabafando assim, que muitas pessoas me deram força também, me enviaram palavras de consolo, oraram por mim, e isso tem sido muito importante, pois ajuda a confortar meu coração, assim como ninguém é feliz sozinho, ninguém pode sofrer sozinho. E hoje só me resta saudades e uma vontade enorme de tentar de novo, mas esses meus bebês eu jamais os esquecerei, são meus filhos, meus anjinhos, sou mãe desses dois anjos que estão no céu! Posso ter perdido minha ligação com eles aqui na terra, mas eles estão lá em cima cuidando de mim, eu tenho certeza! Deus os enviou para mim, pra me ensinar a ser forte e para entender o propósito Dele! Agradeço a Deus por ter me dado a oportunidade de sentir um pouquinho a felicidade de ser mãe, sei que Ele me dará outra chance! E sei que não sou a única mulher nesse mundo que passou por isso, sei que existe muitas mães de anjos espalhadas por aí! E hoje quis dividir minha história com vocês. Sei que é um post triste, mas nem tudo são flores, por mais que eu seja uma pessoa alegre, as vezes tenho momentos tristes também, e esses marcaram minha vida.

Então é isso gente, se tiver alguma mãe de anjo lendo esse post e quiser comentar, desabafar, saber como aprendi a superar e a não perder a fé, pode escrever nos comentários, sintam-se a vontade, vai ser bom poder compartilhar isso com alguém, ajudar de alguma forma, se alguém quiser deixar uma palavra de consolo, pode deixar também!

Um grande beijo, paz e luz pra todos!

Nunca percam a fé!

Até o próximo post!